Blog

“Quem se envolve sabe o que não funciona e onde deve agir no seu negócio”

Ainda no início de sua trajetória no setor moveleiro e de eletros, Gustavo Zilli Panato já carrega no dia a dia os ensinamentos do avô para direcionar suas decisões dentro da Lojas Adelino. Responsável pelo setor de compras da empresa há dois anos, ele conta que é otimista nos momentos de instabilidade. “Nessas épocas precisamos olhar para dentro de casa e avaliar se aquilo que sempre fizemos está de acordo com o que o nosso cliente precisa hoje”.

1- Qual é a sua história com o setor moveleiro?

Estou no segmento efetivamente há dois anos, após completar meu ciclo acadêmico e retornar à empresa da família. Costumo dizer que entrei na função por acaso, no momento que o antigo comprador estava desenvolvendo um projeto em outro setor da empresa e precisava de um substituto. Fiquei um ano e meio em treinamento e, agora em 2018, assumi definitivamente a compra de móveis da rede. A Lojas Adelino começou em 1963, com venda de roupas e tecidos, mas logo depois mudamos para móveis e eletrodomésticos. Hoje temos 19 lojas em 17 cidades e uma equipe de 250 funcionários.

2- Você acredita que o setor está atravessando a instabilidade econômica da melhor forma? Acredita que o segmento precisa melhorar em algum ponto?

Acredito que a indústria e os varejistas estão mais conscientes, buscando se atualizar e oferecer um diferencial para os seus clientes. Nessas épocas precisamos, cada vez mais, olhar para dentro de casa e avaliar se aquilo que sempre fizemos está de acordo com o que o nosso cliente precisa hoje. Não é apagar tudo e fazer de novo, mas continuar com o que é bom e melhorar o que não está mais funcionando. Meu avô, seu Adelino Zilli, sempre diz que precisamos estar acompanhando, envolvidos com a empresa e trabalhando. Quem se envolve sabe o que não funciona e onde deve agir no seu negócio.

3- Como estão as suas expectativas para o setor para o segundo semestre? A Lojas Adelino vem com alguma novidade para a segunda metade do ano?

Eu sou naturalmente otimista. Comercialmente, tivemos os dois primeiros trimestres do ano com um bom resultado e traçamos metas desafiadoras para nossa equipe. A Lojas Adelino sempre prezou pela parceria com seus fornecedores, sendo que os principais representantes já venderam para o meu tio ou para o meu avô. Essa parceria favorece quando queremos inventar alguma coisa, como a Feira Adelino, que fazemos todo final de ano – durante 15 anos foi um mega evento no Centro de Eventos de Turvo, sendo uma mescla de shopping e loja de 4.000m² com opções de entretenimento. Há dois anos espalhamos a feira para todas as lojas da rede e o resultado tem sido surpreendente. Além disso, estamos comemorando 55 anos de empresa e prometemos grandes ofertas e novidades.

4- Qual é a importância de participar do Showroom Yes Joinville? Como estão as expectativas para o evento?

O Showroom Yes Joinville foi o primeiro evento que participei, em 2016. O modelo me atraiu bastante, sendo um ambiente mais clean e acolhedor, onde pude conhecer e conversar muito com nossos fornecedores. Ano passado o showroom cresceu bastante e esse ano pretendo visitar 20 expositores. Acredito que temos que valorizar as empresas e os eventos do nosso estado e esse showroom hoje é referência.